terça-feira, 28 de julho de 2009

PARE DE SE LEVAR TÃO A SÉRIO.


Hoje em dia estamos vivendo a era do politicamente correto. Do cuidado com o que fala, do cuidado com o que escreve, do “vamos todos ficar certinhos e dar exemplo”. Não sei quando isso começou a virar regra, só sei que desde então o mundo ficou muito chato. Tão chato que pra essa opinião aqui resolvi reler o texto inteiro umas 5 vezes pra não ser mal interpretado.

Sim, pessoas adoram interpretar coisas erroneamente. Parece ser mais fácil criar novos significados maliciosos do que apenas ser literal na mensagem. Peraí, vamos entender melhor: politicamente correto é quando você tenta minuciosamente encontrar brechas pra ferrar alguém? Contraditório, né? Ou seja, ser politicamente correto é deixar a polêmica sempre ganhar do bom senso.

Aliás, esse termo já começa errado. Num país onde os políticos roubam descaradamente, fica difícil associar essa palavra a algo correto. Talvez por isso ninguém entenda o termo muito bem e apenas o sai executando. Afinal, o intuito é só achar polêmica, lembra?

Falo isso porque recentemente o Danilo Gentili, amigo meu e humorista, fez um comentário que teve “interpretações” racistas. Não vim aqui avaliar o teor da frase - que na minha opinião não foi nada maliciosa – mas sim comentar a consequência que isso gerou.

Sei que é assunto delicado brincar com raças. Tenho total noção do quanto isso representa para a história de um povo. Mesmo que o Danilo não tenha feito isso, citar uma raça numa frase já é motivo pros politicamente corretos de plantão ficarem alertas, procurando as suas brechinhas. Gostaria muito de viver num mundo em que os negros não tivessem sofrido tanto. Assim viveríamos num mundo igual. Inclusive nas brincadeiras. Mas isso não dá pra mudar.

Assim como não dá pra mudar o fato das mulheres terem sofrido tanto para atingir o merecido lugar que hoje estão. Portanto, também não mereceriam brincadeiras, certo?
Se você ri quando alguém brinca que MULHER não sabe dirigir e adere ao politicamente correto, então você é hipócrita. Pra ficar mais “correto” , vamos parar de brincar com Mulheres também. Elas também sofreram muito.

Gays então nem se fala. Não se brinca com uma comunidade que luta até hoje para conquistar seus direitos. Mas e se essa brincadeira serve para agregar todos ainda mais ? Não importa, é proibido.

Religião? Tá maluco? Qualquer menção a judeu e você vai preso. Aliás, escreveu judeu na frase acima, já é motivo pra processo. Então vamos evitar.

Brincar com características físicas? Não, isso é brincar com a diferença das pessoas. Se você brinca que seu amigo é narigudo e adere ao politicamente correto, então você é hipócrita. Mesmo que você seja gordo e esteja esperando uma resposta divertida? Não pode. Evite.

Sobrou brincar com o quê? Regionalismos? Não, o nordeste é sofrido também. Ahh, piada de gaúcho? Tá maluco, eles sofreram com a Revolução Farroupilha. Mineiro? Não se brinca com alguém que participou da Inconfidência. Vamos brincar com os cariocas?? Esquece, eles sofreram muito com os portugueses no final do século passado.

Pôxa, então vamos brincar com os portugueses. Hmmmmm… melhor não. Eles sofreram preconceito como colônia aqui no Brasil. Sem falar que na Europa, milhares morreram nas mãos dos franceses.

Esquece regionalismo. Vamo brincar com o futebol, que é paixão nacional. Mas com cuidado. Se ganharmos a Copa não podemos fazer chacota, por exemplo, com os franceses. Eles tiveram muitos problemas no passado com os ingleses…muitos morreram, melhor não brincar.

Vamos brincar então com as crônicas do dia. Falar de relacionamentos? Que tal? Hmmm, se bem que pega mal falar sobre isso numa época em que 76% dos casamentos acabam em divórcio. Acaba sendo um tema chato, né?

Celebridades? Não, expõe demais ao ridículo.

Políticos? Não se brinca com coisa "séria".

Vamo fazer piada de papagaio? Não, eles sofreram com o Ibama.

Piadas com ninjas? Não, a associação de ninjas do Brasil pode reclamar.

Mesas? Cadeiras? Posto de gasolina? Médicos? Trânsito? Ursos? Lixeiros? Não, alguém pode acabar saindo ofendido.

Então pra não ter mais problema, que tal evitar brincar com a vida? A gente poderia se levar cada vez mais a sério. Rir menos, se divertir menos, dividir menos mesas em bares. Por um lado seria mais “politicamente correto”, mas por outro a gente ia começar a sofrer pra caramba.


Ps: Facilitei a vida dos politicamente corretos de plantão e já destaquei os termos que poderiam gerar polêmica.

126 comentários:

Mariana Teixeira, disse...

Muito bom o seu texto Mau! Mas não sei porque a piada do Danilo Gentili sobre o KK virou caso de KKK. (Ah! Essa foi muito boa, eu sei!)
saudhusaidhuisahduishaduihsd

Anônimo disse...

é verdade se falar da associação de ninjas´o Karatê Kid vem e te dá um MiAGada em vc! kkk Força Danilo ageunta mais um pedaçoo. Meu twitter sem preconceito @railsonlima

Sheila Almendros disse...

Tô tentando pensar em algum alvo de brincadeira que você possa ter esquecido, porque com certeza ainda falta inúmeros! rs.
Beijão!

Anônimo disse...

Bom texto.

Carla Fernandes disse...

muito bom.. e totalmente certo, hoje em dia não se pode brincar com mais nada que alguém se sente ofendido.

Bom texto!!! =D

Cata disse...

Concordo em gênero, número, grau e raça com esse desabafo. Os politicamente corretos precisam mesmo se ligar que estamos no Brasil e não na Suécia. E perceber uma coisa óbvia: a vida de quem se leva muito a sério não tem a menor graça. Vamos ser felizes, porra. Vamos deixar a cara fechada pros nórdicos, que moram perto do pólo norte e têm motivo pra isso.

ClaudiaClaudia disse...

Muito bom seu texto. Comecei a ler suas frases na época dos "Piratas do Twitter" (aquela bananada) e cada dia gosto mais. Parabéns!

Fãs do Luque disse...

adorei o texto Mauricio.Você expôs aqui o sentimento que muitos de nós temos.sou negra e não me ofendi nem um pouco com o que o Danilo falou.o problema é que no pais que a gente vive mnt gente quer aparecer de alguma forma e se benefiar em cima dos outros.essa pouca vergonha que vemos no congresso onde o Sarney nomeia quem quer q seja pra um cargo no senado é tudo normal,não é pouca vergonha.e por algo tão pequeno se faz um alarde desse tamanho.sinceramene não sei quando a gente vai se preocupar com o que realmente merece atenção.esse é o nosso Brasil.os que tentam fazer com que nossa vidas sejam menos dificeis,nos fazendo rir,de vez em quando recebem uma punhalada dessa.tomara que isso não abale ao Danilo nem a nenhum de vocês,verdadeiros artistas desse pais que cada dia que passa parece que valoriza menos quem tem+valor!

Anônimo disse...

boa carica, falou o q eu sempre achei e soh falava com o pavani.

Ricardo Rodrigo Teixeira disse...

é Mau, mandou mto bem. Se o Gentili conseguiu se levantar até da rasteira do segurança do Sarney, ele vai se levantar dessa aí tb. @ricardobik

@carolinepadilha disse...

Falou Tudo!

Fábio Güeré disse...

muito bom cara...

Anônimo disse...

Gostei do seu texto. As pessoas hoje, além de todas as suas obrigações do cotidiano querem virar policiais.
Analisam o outro, se fulano esta agindo certo, se beltrano teve a atitude esperada e com isso acabam esquecendo de olhar pra se proprio. Portanto devemos analisar as nossas atitudes, porque assim o julgamento torna menos doloroso.
Valeu!
Beijometwitta

Mirian disse...

É isso ai... fui gordinha a vida toda e nunca nenhum politicamente correto veio questionar meus direitos quando eu era chamada de chupeta de baleia, de orca assassina, entre outros.. agora vem uma legião de mal-amados criticar um comentário que nem explicito foi! Se a carapuça serviu, paciencia!! E que os falsos corretinhos se liguem agora!

Leander Brito disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Tati disse...

Acho que mais bem colocado seria impossível!
É impressionante como um comentário (que vi na hora e na minha opinião não foi maldoso), gerou tanta polêmica, por um motivo no mínimo medíocre.
Eu seria hipócrita se dissesse que não há preconceito, mas posso afirmar com certeza que há uma grande diferença entre discrinação e "comentários" casuais ou piadas, se fosse assim, eu mesma já teria processado meio mundo. Explico-me:tenho a pele muito clara e desde pequena tive os mais variados apelidos, tais como "leite", "gasparzinho", "transparente", "branquela azeda", "polar", entre tantos outros que não me lembro agora. Caso eu ligasse pra isso, só porque o "preconceito" é oposto seria menos válido? Deveria processar? Óbvio que não, eu sou mesmo branquela, o que posso fazer a respeito? Não é insulto chamar um gay de gay, um gordo de gordo, nem um branquelo...de branquelo...tão pouco um negro de negro, porque é exatamente isso que somos. E qual é o problema nisso? As diferenças estão ai para serem aproveitadas, e não digo diferenças de raça, de cor, de credo ou de opção sexual, mas sim diferenças de personalidade, é o que realmente conta!A troca de experiências, e não a um simples julgamento de aparências.
Não considero que seja de mau tom ironizar e brincar, desde que não se cruze a tênue linha entre brincadeira e preconceito, o grande problema é que a grande maioria bestilizada pelos PRÓPRIOS preconceitos não consegue enxergar essa diferença, o que faz com que ocorram situações lamentáveis como a de domingo.
Parabéns pelo texto!
Ps: sorry, me empolguei,rs!

Tatiana Camilo disse...

Quem se leva muito a sério é porque tem a auto estima baixa. É muito mais fácil rir do outro, do que rir de si mesmo. Vivemos num mundo hipócrita demais. Chato - como você mesmo disse. Onde os políticos são os menos corretos (mas acho que não é esse o caso abordado no texto).

É preciso ter coragem para fazer humor, para transformar tudo em piada, pra se assumir (sou gordo mesmo, nou narigudo mesmo, sou alto mesmo, SOU...) e rir sem medo. Ou melhor, é preciso SER, ou invés TER uma raça, uma religião, um time, uma nacionalidade... Porque se você não ri da vida, uma hora ela ri de você.

Quando alguém diz que rir é o melhor remédio, eu acredito. E vejo que o mundo anda doente.

Parabéns pela sua coragem, seu talento e seu SER!

"Tem o certo, o errado e tem todo o resto!"

BeijOs

Melissa disse...

Parabéns, é isso aí.

Michelle Nunes disse...

O Mau Meirelles conseguiu dizer tudo e mais um pouco sem descer ao nível dos Politicamente Corretos.

Rodrigo Rebelo disse...

Pelo menos você ainda pode fazer sua piada do jogo de Xadrez... OU não!

Marina disse...

Poxa Mau, concordo com quase tudo que vc disse, exceto que não podemos fazer piadas de papagaios pq o eles ja sofreram mto na mão do Ibama! O Ibama existe pra ajudar eles!! (eu sei..o Senado tbm devia nos ajudar...) Melhor não fazer piadas de papagaios pq eles já sofreram mto nas mãos dos traficantes de animais!!

Alias, quer saber mais?!? Adoro quando fazem piadas sobre mim!! E essa historia do Gentili ser processado é culpa de gente que quer aparecer as custas de alguém, e pra isso fica procurando pelo em ovo só pra fazer bagunça.

sil disse...

muito bom, concordo plenamente

Anônimo disse...

Quem criticar seu texto também estará te ofendendo, logo essa pessoa não será mais politicamente correta.

Taciana disse...

Texto muito bom Mau!
Talvez a base de todo problema seja querer viver num mundinho extremamente politicamente correto, viver a forçar isso e deixar a vidinha tão sem graça! Parabéns!!

Leander Brito disse...

Muito bom, porém eu discordo dos gays, eu os evito, e evito falar deles também para não causar nada sério uma vez que eu não concordo com o "estilo de vida" deles, por isso eu os cito agora, para eu não concordar com algo que eu não concordo, ou seja, seu texto, em parte, me agradou muito. Entende?!

Jane disse...

Ok. Ótimo texto, mais quem é politicamente correto? Quem nunca brincou com nada? quem não tem o dedo "podre" para apontar?? Negro,branco, pobre, rico, autocratico, democratico, politicos da esq, politicos da direita. Até as leis existem para réus e defesa, sempre haverá dois lados. Pq tanta coisa se a nossa unica altenativa é viver, pq ñ viver feliz? E Viva as diferenças!!!

Ju Knack disse...

Brilhante... Brilhante... Brilhante é a úncia coisa que consigo dizer, ou melhor, escrever!!! Vc foi perfeito na sua colocação!!!

Veron disse...

ANIMAL CARIOQUINHA! bom pra caralho!

Aliás, sabe o que o PIRULITO falou para o BOMBOM?

Huldyana Paiva disse...

É exatamente assim que as pessoas deveriam enxergar. Sem mais. bjao ;-)

Priscilla. disse...

Olá Maurício,
Eu entendo perfeitamente sua visão. Meu pai também é ator/comediante e levou um processo nas costas por chamar gay de "bicha" durante um espetáculo. Ele sempre teve amigos gays e eu sempre vi eles mesmos se chamando de "bicha", "viado", "bofe", porque isso agora?!
Vivemos numa sociedade hipócrita na qual as pessoas se TOLERAM e NÃO se ACEITAM.
Abs, Priscilla Branco

Tathy disse...

Pois é....coisa chata ver isso acontecer em pleno século XI! Como comentei no blog do La Peña, pq podemos brincar com todas as raças e cores (que no fundo dá tudo na mesma) e só com negros que não? Isso sim é descriminar!!!

Rosana Sayuri disse...

Uma pena que as pessoas mais intolerantes não vão aceitar suas palavras. Essa polêmica de raça não vai acabar tão cedo. Talvez nunca. Pelo menos, você expôs o que muita gente teria receio de falar abertamente.

Marina disse...

Mau a cada dia vc m,e impressiona mais e mais .!
est seu texto esta brilahnte concordo com tudo !
Alias fora o preconceito e já a opinião livre
fora os escandalos corruptos de certos individuos e fora o descaso de moticias que realnte são importantes...!!!

Debora disse...

Mto bom!!!

Adorei o texto e concordo com tudo!!! A hipocrisia do "politicamentes corretos" gera tanta confusao desnecessaria. O importante ´e ser feliz e deixar ser feliz!!!

Bjoooo

Michael Lourant disse...

Muito legal a abordagem.

Vou anotar aqui pra mencioná-la no meu 'saite' (com link e tudo o mais).

Abraço!

Eduardo disse...

Mauricio, vc quando for a Europa, verá com teus proprios olhos e ouvirá com teus proprios ouvidos como somos atrasados.....ou será que lá é chato demais?????

Marise disse...

Muito bom o texto, Mau. Adorei! Concordo com cada vírgula. Mas não posso falar muita coisa, né? Não sou politicamente correta =X. beijos

Jack Polo disse...

Esse assunto sempre gera um gás que o faz boiar de novo de tempos em tempos. Do jeito que está hoje até que seria útil alguma discriminação. Talvez um dia no futuro um dia da consciência caucasiana, uma parada do orgulho hétero ou um dia do cara pálida encham a minha bola. (Cotas! Ô as cotas...) Até lá, vamos evitar discriminar quem já se auto discrimina batendo na mesma tecla do recalque.

Shanna disse...

Concordo plenamente com o Maurício!

Andessa EVM disse...

Pôxa estou seriamente ofendida, porque sou loira!
Sério, tudo que eu faço :'Mas tinha que ser loira viu!"
Postei uam coisa o meu Twitter: "Engraçado,cantores podem fazer letras e música se referido asloiras como burras e isso é 'politicamente normal' não é racismo, mas não podem falar que o King Kong é que nem jogador de futebol que fica rico e paga uma loira... ah sim, isso é racismo. Seriamente eu acho que os 'politicamente corretos'deveriam rever seus conceitos, pois a 'imundice' não está nos olhos de quem escreve e sim nos olhs de quem lê.

Tem lei para amparar as loiras??

Anônimo disse...

Ótimo texto Maurício. Aqueles que se julgam vítimas de preconceitos são os primeiros 'a terem preconceito consigo mesmo'.
Excelente texto.

Kamilla disse...

Isso tudo é pq ele não é da Globo!
Ôpa, ofendi meio Brasil! hauhau

Priscila Maria disse...

Mauricio, perfeito! E se brincarmos com as nossas próprias características? Poxa também não dá sempre vai ter um querendo cuidar da vida alheia, tomar as dores que não lhes pertencem. Quer saber... todo mundo gosta mesmo é da ironia porque se acham espertos em dicifrar a quem caberia. Eu quero mais é continuar rindo da vida. ;-)

Dai disse...

Vc foi perfeito Mau.
Disse tudo!

Bjo.

Gi Caipira disse...

Argentinoosss !!!!
aaaaaaaeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee
ainda podemos fazer piadas de argentinoss !!!
uhúúúúúúúúúúúúúúúúúú
AAEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE
ARGENTIIINOOOOSSS !!!

Ufa!

Anônimo disse...

Uma coisa vc nao pode deixar de observar: o Danilo Gentili chamou os negros de macacos. E isso foi horrível. Se ele fosse negro não faria uma piada dessas. Tem coisas que é melhor mesmo não brincar. Afinal, os negros foram escravos por muito tempo neste Brasil. E os senhores de engenho costumavam chamá-los de macacos. Entendo a ofensa do povo negro, mesmo sendo branca.

bRuh tResoLdi disse...

uihiehiehieuhiuheihe
Cuidado que o Rafinha agra vi fazer um post no blog dele falando de ti pq tu escreveu judeu hein!
E é bem como vc disse, foi tudo uma questão de interpretação.
Tô com o Danilo!
Não vi um pingo de racismo naquilo!

Fernando Dias disse...

Vamos brincar com o aumento salarial :D Ninguém sabe o que é isso mesmo ... espera, os deputados sabem e muito bem então PIADA FAIL.

marcos veronez disse...

era tudo que EU gostaria de falar!
inteligencia e bom senso!
parabens!

eugeniog disse...

Muito bom o texto. Seria mesmo muito difícil viver em um mundo em que tudo virasse motivo de reação por ofender a um ou outro grupo.

robert disse...

Gostei muito do texto!!!! Eu tenho algo a dizer: O PRÓXIMO QUE ME CHAMAR DE BAMBI PQ SOU SAO PAULINO, EU VOU PROCESSAR!!!! =D

10hoursalive disse...

Texto perfeito, parabéns. Vou adicionar o blog aos favoritos.

Carol Côrtes disse...

Assino em baixo!

Anônimo disse...

mandou bem !

Fernando disse...

Otimo texto cara. =]

Karoline disse...

Sem comentarios!
Disse tudo!!

Ele vai sair dessa e conta com o apoio de seus fãs!!!!
#FreeDaniloGentili

As pessoas desse país andam muito hipocrita!!!!

Mateus! disse...

Grande Maurício. Falou toda a verdade nessa crônica! Ser politicamente correto é quase impossível onde os nosso líderes estão em oposição em relação ao termo apresentado. A falcatrua é exposta. A falsidade e a pilantragem também. Vamos apenas viver de um modo mais feliz e divertido. Não sendo limitado por causa de um bando de hipócritas. Abraço!

Anônimo disse...

Sou japonês. Se falarem que tenho o p** pequeno, que sou amarelo e que só como arroz VÃO TODOS PRA CADEIAA!! Né? -__-

Jaison disse...

Foi ao ponto.
Parabéns.

Anônimo disse...

Nossa, mais que certo!
deveriamos parar de julgar e começar a rir, a vida vale bem mais a pena quando fazemos isso @Marianne_Girard

Anônimo disse...

Engraçado como é tão fácil encontrar ideias tão diferentes: http://tuliovianna.wordpress.com/2009/07/27/o-riso-como-arma-dos-covardes

Esse outro blog mostra como pensar ridiculamente em toda essa história do Danilo Gentili. Leiam. Se puderem, não comentem xingando o autor e a maioria dos que comentaram a favor do autor! :-P

Camila disse...

Apoiado totalmente, não nem falar nada... Aff cada coisa... Ao invés do pessoal se importar com coisas que realmente importam ficam falando disso! Ah... ¬¬

Tiago Fernandes Tavares disse...

EU NUNCA VI UM NINJA RECLAMANDO!!!
HAHAHAHAHAHA!!!

pliniohd6 disse...

Texto espetacular! Abaixo os falsos politicamente corretos!

"Sempre olhe o lado engraçado da vida!"

Rogerio Mielke disse...

Excelenteee...realmente o mundo nao está ficando chato, ele tah chato, e vai continuar assim enquanto houver pessoas que fikem assistindo a televisao nao para se divertir e sim para arrumar motivos para acusar o artista. Mas essas pessoas nao existiriam se esse assunto ainda tivesse que ser discutido. Voltando a tempos nao tao remotos, lembram as piadas dos trapalhoes? pro mundo de hoje elas seriam pesadas e gerariam polemicas mas para o mundo antigo( nao tao antigo) onde as pessoas se divertiam mais, elas eram incriveis. Deixo aqui minhas felicitaçoes pelo texto,e minha indignaçao contra o assunto.Abraços a todos

Gustavo disse...

Cara falou muito, mas falou bunito!!
hehehehehe....
São raros os casos em que em uma piada ngm se ofenda, só que essa pessoa tem q lembrar que na próxima piada ela vai gargalhar e outro vai se ofender e assim segue...

Marco Crepaldi disse...

aí que eu lembro dessa frase aqui [e + ou - isso.

Se eu desse mais importância a oque as pessoas fazem do oque elas falam eu não me daria tão mal!...

NOSSA EXPRESSÃO NÃO É TÃO LIVRE ASSIM...

Nathalia disse...

Parece que agora há uma guerra fria entre defensores do danilo gentilli versus politicamentes corretos. Como se "politicamentes corretos" fosse sei lá, uma ONG, um time de futebol, um partido político, algo muito identificável. Acho isso curioso...enfim...legal cada um ter o direito de se expressar livremente. Antes o debate que a apatia, não é? Só acho suspeita a atitude de expor um ponto de vista e depois ficar em cima do muro, como o gentilli está fazendo. Se mexeu num vespeiro agora acho que ele mesmo deve encarar. Desenvoltura é algo que parece que não falta para ele. Abs.

Rodrigo Carrera disse...

Muito bom o texto... Isso nos leva a refletir no mundo que está sendo (se ja não foi) gerado pela petulancia e minuciosidade (como disse o autor) desses "politicamente corretos". Até o mundo perder graça.

Marina disse...

Adoro a frase "politicamente correto", é a mais perfeita antítese da nossa lingua!A palavra em si é uma piada e o racismo está nos olhos de quem vê...Sabe, arrisco até lhe dizer parabéns por levantar um assunto tão polemico de forma engraçada e descontraida! beijos..ah, e nada de fazer piadas com seus parentes...nepostismo tambem é crime!

Anônimo disse...

Concordo com o texto, todo mundo deveria ler isso, alias, o certo seria mesmo a gente convencer a Rede Globo, porque se a Rede Globo for a favor dessa opinião, o tema ja sai na proxima novela e todo povo burro que ve novela ficaria convencido disso... ops... chamei o povo de burro! será se vão me processar?

Ciça disse...

falou E disse. as pessoas ficam querendo achar as ofensas, mesmo quando a piada é inocente. pra que tanta polêmica, afinal? Maurício Meirelles é o cara.

Júlia disse...

O pior é depoimento anonimo.
Afe.

tanitofaz disse...

Não entendi pq houve um comentário apagado abaixo. Tinha muita ofensa ao autor ou apenas uma opinião discordante do texto?

Eu concordo plenamente com todas as palavras desse texto. Quando me chamavam de tucano e olívia palito ninguém foi em minha defesa. Quando me chamavam de bruxa pq eu era "feia" ninguém foi processado ou punido de alguma outra maneira.

Vamos brincar de falar da educação básica ou quem sabe da saúde pública... ah não... pega mal tbm, né?!

João J. A. Rosário disse...

O q vc quer dizer com esse tá maluco? Milhares de pessoas sofrem por disturbios mentais ou tem uma outra maneira de ver a vida. N é políticamente correto chamar essas pessoas de maluco ou fazer piadinhas....hauAUIuiauihuIUGIA

Carolina disse...

"Mas não qualquer jogador e sim um jogador preto. Afinal, a graça estaria aí. Ninguém comenta ou faz piada se um jogador branco pega uma loura. O estereótipo com o qual nós, humoristas, trabalhamos com freqüência é a do jogador negro (ou pagodeiro negro) que subiu de vida e, como tem grana, consegue pegar uma lourinha. O argumento de que não foi citada a cor do jogador é furado." Hélio de La Peña.

Agora quem se ofende sou eu - Nasci loura, branca, olhos claros e com o passar do tempo tive que me acostumar com piadas desse tipo. Se digo a alguém que homens negros me atraem, logo vem a piadinha: claro ela é lourinha. se digo que gosto de samba, logo: vai atrás de um negão??
A polícia não me chama de loura se sou parada numa blitz, mas se um trombadinha vem me assaltar, esse sim claro que chama, e deduz, por influência de um racismo próprio que eu tenho grana, que sou rica! Só porque sou loura!
Num país, onde as pessoas se consideram tão liberais, criativas, o povo mais carismático e querido do mundo, se apegar a essas bobagens, brincadeiras sem maldade é muita falta de atitude pra lutar pelo que realmente se deve.
Independente da cor, tem uma porrada de crianças por aí passando fome. Porque ao invés de criticar, as pessoas não levantam suas bundas de seus confortáveis sofás, deixam seus caros computadores e não vão resolver questões que realmente vão diminuir as diferenças nesse país???
Pelo menos o Gentili tem feito algo de muito bom pra mudar de verdade esse país!

P.S. Dei muita risada com a piada da LOURA e do KK.

Dre disse...

Adorei :) Certíssimo!

mariana disse...

vc é FODA ! juro, curti muito tudo que vc falou ! e aliás, apesar de essa situação toda do Danilo não ser nada agradável, é através dela que eu estou vendo pessoas falando exatamento aquilo que eu penso ! e aquelas coisas que TODO MUNDO SABE, mas ninguém fala ! Admiro muito você e as outras pessoas que estão falando MESMO ! por isso vim deixar o meu apoio aqui também ! parabéns, escreveu muito bem ! beijos !

Morganna disse...

Corretíssimo. Ótimo texto, meu caro. :)

Fernanda Félix disse...

Aplausos!!!!! Isso deveria ser mais publicado, será que posso copiar e colar?? Tem que perguntar antes né?! nesse mundo de HIPOCRITAS que vivemos nada é de brincadeira... Que saco né?!
Adorei seu texto esta de parabens qualquer coisa meu email é nandakiss2005@hotmail.com
Bjooo

marcela disse...

Falou tudo! Está corretíssimo.

Anônimo disse...

O politicamente correto pode tomar no cu!

Eu amei a internet pela liberdade saudável de se BRINCAR com vários assuntos sem criar qualquer ofensa.
O politicamente correto que ficasse com a tediosa televisão.

Agora esses porcos querem trazer esse sermãozinho hipócrita pra cá? Tomar no cu deles também.

No fim, pouca gente faz algo pra melhorar a situação. O que fazem é vestir uma fantasia de correto, criar um status pra si, mostrar aos outros, e voltar pra dentro de casa sem ter feito porra nenhuma.

rafael disse...

Caraca cara, palavras que há muito tempo deveriam ser ditas, o problema é alguem se tocar!!!

Guilherme Cruz disse...

parabéns! concordo com cada virgula.

Márcio disse...

Acho que faltou brincar com os ricos e os pobres, ops! a classe média tb.. ih não dá isso pode ofender o Sarney, o Lula e os 11 milhões de bolsa familia. Talvez brincar com a mola que o Rubinho deixou pro Massa, não na verdade foi o Nelsinho que armou essa pra deixar o Rubinho de calça curta.
Sei lá, acho melhor seguir seu conselho, ficar emburrado e não brincar mais com king kong e dinheiro, pra não pagar mico!

Rinaldi disse...

por isso gosto do Mel Brooks que tira sarro de judeus, e ele mesmo é judeu, do monty python que tira sarro de inglês, dos simpsons que tira sarro do "american way of life", e tanta gente que zoa a si mesmo, para não ser zoado! :)

Wivianny Merlo disse...

Com certeza , a toda ação uma reação, ok ?! e ainda bem que podemos nos manifestar, atraves de blogs , textos ... Concordo com tdo que foi dito, e continuaremos nos manifestando,os incomodados querem homens mudos que não pensam , e isto não teram mais!
Parabéns adorei os textos, e seguirei...!

sarahmirailh disse...

Muito bom o texto! Só não comento mais nada pra não parecer que estou fazendo piada com alguém...

Lolô taylor disse...

Corretíssimo. Sociedade hipócrita. Se não fosse vcs comediantes, o mundo seria um [desculpa a expressão]Cu. Continuem assim, fazendo as pessoas rirem.. o humor é contagioso!!! Vcs estão de parabéns!!!!!

Nathalia disse...

Boa!!! concordo com você e vim aqui também em defesa do Danilo! se pararmos de brincar e de fazer piadas com tudo o mundo vai ficar muito chato! a nossa vida ja tem problemas demais, pq nos levar tão a serio? vamos brincar mais, nos divertir mais e aproveitar a vida, afinal não sairemos vivos dela mesmo, e levaremos apenas os momentos vividos!
Racista não é o Danilo, racista são todas as pessoas que se ofenderam com isso, o racismo está na cabeça de cada um. eu acho que isso é mais uma questão de auto-estima e insegurança, se ofende quem duvida da propria capacidade e não acredita em si mesmo. Tenho muitos amigos negros, assim como homossexuais, e de tantos estereótipos, raças e tipos mais, brinco com todos sem que em momento algum eles se ofendam, assim como brincam comigo e não me ofendo, dizem que sou burra pq sou loira, eu vou me ofender? ou vou achar que sou burra por isso? não, pq eu acredito em mim e sei diferenciar uma brincadeira de uma ofensa, agora se eu achasse que sou um pouco burrinha que nao tinha capacidade, ai eu iria me ofender pq iriam tocar na minha ferida, assim como um judeu se ofenderia por todas as mil brincadeiras que fazem com eles, e os japoneses? eles por acaso sairiam com as calças abaixadas para provar a todos que estao errados? de jeito nehum afinal sabem o que são e são seguros de si, não precisam provar nada para ninguém. Macaco não significa negro, afinal quem conhece a teoria da evoluçao de Darwin sabe que todos nós somos descendentes dos macacos, não importa se somos brancos, negros, amarelos, roxos, parem de ser preconceituosos com vcs mesmos, viva a diversidade, é o que faz o Brasil bonito, sem hipocrisia. Somos todos iguais pq vamos nos podar e deixar de brincar uns com os outros? pensem nisso!

Brahmastra - a bomba verbal disse...

MAURICIO, LEGAL O POLITICAMENTE CORRETO, EXATAMENTE O QUE NAO SOU !
PARABENS ! REY BIANNCHI -
www.reybiannchi.com

Glaucia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mauricio disse...

Falou tudo exatamente como eu penso: esse mundo tá ficando chato pra carai... ops, tô fora do contexto.

Anônimo disse...

Seu segundo parágrafo não faz sentido algum e meio que detona boa parte da razão do texto. Procura a respeito: "non-sequitur". É algo como "Acabou a água lá em casa, então o Lula viajou pra Rússia".

O texto é bem escrito, claro, e seria ótimo se seguisse um raciocínio correto. Primeiro, concordo bastante com as linhas gerais de que não houve qualquer intenção racista na piadinha -- organizações anti-racismo existem com o único propósito de procurar racismo em qualquer coisa. Depois, e acima de tudo, a declaração posterior do cara é algo que já repeti dezenas de vezes: se branco é lagartixa, gordo é baleia, etc, por que diabos é crime brincar com o negão dizendo "macaco"? E que história ridícula é essa de "orgulho de ser negro"?? Trata-se de alguma vantagem e eu deveria me sentir ofendido por não ser, é isso?

Antes, líderes débeis queimavam pessoas comuns por bruxarias que existiam só nas cabeças deles; agora, vão queimá-las pelo preconceito que eles próprios se esqueceram de esquecer...

Anônimo disse...

Quem aqui já foi escravo?
'Ah, mas minha bisavó foi.'
Ótimo, minha tataravó, mesmo não
sendo negra, foi massacrada pelos
colonizadores...vou iniciar um movimento do orgulho indio.

Favor não confundir ofensa com racismo. Racismo é o que o Helio de la pena fazia nos Almanaques do Casseta...

Juliana disse...

O pior dessa polêmica é ela vir dos brancos de pele e de caráter EM branco.E, aos que dizem que não podemos falar pois não sofremos o preconceito dos negros, quer parcela da sociedade que sofra mais do que as mulheres? Aliás,o Hélio de la Peña se metendo na história, ao mesmo tempo em que chama as mulheres de "mocréias" ou instaurando mais uma vez o estereótipo da mulher interesseira, faz o quê? Sem falar nas piadinhas de gaúcho que temos que aguentar (sim, essa terei de concordar, basta ser gaúcha para achar que as piadinhas poderiam ter pelo menos um pouco mais de conhecimento de história do RS. Se bem que dou risada quando chamam corinthiano de ladrão :P)
Grande texto, Mau!

Anônimo disse...

Vamos fazer piadas de presidiários. Ah não pode, pois os direitos humanos não vão autorizar, pois os ladrões, assassinos e estupradores tem mais direito do que quem trabalha 8 horas por dia.

Anônimo disse...

Adorei o texto! Muito bom! Realmente, vamos parar de se divertir, deve ser mais fácil!

E o negócio complica ainda mais, sendo que o tal do 'politicamente correto' é um dos maiores sarristas da televisão brasileira. Vai entender...

S2 Teutyta S2 disse...

Texto incrivel, perfeito, irônico e sarcastico na medida certa! o mundo seria bem melhor se ao inves de seguir paradigmas inuteis e ideias compradas por pessoas sem capacidade de pensar, todos desenvolvessem uma opnião e daí pudessem expor e defender com unhas e dentes, mas o livre arbitrio é algo que na real não existe, afinal temos sempre que nos policiar pra não contrariar opniões alheias que muitas vezes não tem uma base forte que deve ser levada em consideração!

Ronaldo disse...

Parei de ler aqui: "que na minha opinião não foi nada maliciosa".

Thiago Nasc disse...

Parem de não levar as coisas a sério!

Num país onde as políticas públicas não são levadas a sério, a educação é sucateada, os políticos... bom tudo mundo sabe dos políticos, agora humoristas de peso reivindicam o direito de humilhar a tudo e a todos, sejam eles pretos, gordos, nordestinos... em favor de um humor tão pobre.
Com tanto humorista dessa nova safra candidatos a mini gentilis aparecendo por aí, deveria ser criado uma ONG em defesa dos pobres comediantes e sua nobre causa de ofender a todos inclusive os negros, boa luta.

Rodrigo disse...

Não gostei do seu texto.

Bom, acho que vale piada com tudo. Aliás, pra mim, piada boa mesmo é piada de mau gosto. Não existe nada pior do que piada inofensiva.
Mas como toda regra, essa tb tem exceções.

E uma delas é chama negro de macaco. Não sei explicar exatamente o porquê, mas não pode.

Gabii N M disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gabii N M disse...

muito bom o post!
adorei...
se forem reclamar de uma piada - que nem tinha preconceito nela!-, vão acabar reclamando de todas...
e o mundo vai ficar mais chato, porque ninguém mais vai poder fazer humor!!
ótimo texto, com humor e seriedade na medida você fez todo mundo pensar mais a respeito do tema!!
a-d-o-r-e-i!!

Anônimo disse...

pior que macaco é chamar de afro-brasileiro

Rasta disse...

Quero ver fazer humor sem ser humilhando alguem. Deve ser extremamente dificil para os humoristas brasileiros que mesmo não sendo preconceituosos, cresceram em uma sociedade que é preconceituosa e infelizmente devido a isto não sabem mais distinguir quando estão diante de um acontecimento que tem suas origens no preconceito enraizado no povo brasileiro.

Evy disse...

É coisa de louco mesmo. Já reparou que os descendentes de portugueses... desculpe. Os LUSO-BRASILEIROS são os primeiros a contar piadas de português? Que japonês sabe um monte de piada de japonês? E que uma grande parte parte dos italianos e judeus também fazem piada de si mesmos? Loiras dão risada de piadas de loiras.
Nos "States" quem mais conta piada de negro, são eles próprios! Fazem shows sobre isso!
Aqui no Brasil, tudo vira motivo de racismo. Tudo vira motivo de preconceito.
Se chama japonês de japa e ele nem liga, né? É o que ele é. Se chama um gordo de gordo, muitos atendem e não estão nem aí. Dão risada ou falam um palavrão e pronto. Ou apenas ignoram.
Lá fora muitos quando se referem a gays, usam Mary. Inclusive entre eles mesmos. Aqui isso seria um insulto! Preconceito contra homossexual! Falam dos direitos desse ou daquele, mas esquecem o direito mais importante: o de se expressar livremente.
Piadas, são piadas. Pesadas ou não, engraçadas ou não, são apenas piadas. Ri quem quer.
Conheço muitas piadas e sobre vários assuntos.
Se eu sou preconceituosa? Não, não sou. Conto piada de loira e minha mãe é loira. Conto piada de gordo, e na minha família tá cheio. Conto piada de português, italiano e judeu? Conto. Descendo dos 3 e não vejo problema nisso. Também descendo de espanhol, de árabe, de francês e de negro. E sei piadas muito boas sobre eles.
Vão me processar por falar isso?

Fabian :D disse...

Excelente! :D

Sitanel disse...

Ótima crítica, um teor quase que retirado do Matereísmo.
Aliás, cuidado com o Matereísmo.

Jacki disse...

Caracas... ngm aki discorda do cara?? ahahhahahah Ateh parece lavagem cerebral ahahahahha
Mas ta certo mesmo, vamos rir da vida senão ela nos engole. Devemos rir sempre, galera, de tudo e de todos sem exceção =D

Felipe disse...

Concordo com vc, o Danilo nao teve maldade nenhuma no texto que ele escreveu e acho é melhor resolver problemas de verdade como essa vergonha que tá no senado do que ficar pegando no pé apenas por implicancia

Amanda Rosa disse...

As poucas brincadeiras agora estam sendo barradas, imaginem daqui a um tempo. Cachorros reclamarão dos direitos de serem iguais, "não existe mais raça de cachorro".
Muito bom texto!

R! disse...

Eu fico "peinerando" palavras pra iniciar meu blog.
Quando soube da polêmica, pensei em coisas que você acabou de citar no seu texto.
Tudo que foi indagado, faz sentido. Fazemos isso dia após dia. Quem vai dizer o que pode e o que não pode ser levado a sério?!
As pessoas estão armadas contra tudo, qualquer comentário é visto como preconceituoso, enfim, quando as pessoas fazem piadas com alusão a gays e lésbicas eu me ofendo. Nunca processei ninguém por isso.
Acho que a melhor saída é a discussão. Comecemos por aqui então.
Belo texto.

Maíra disse...

MuiTo bom seu texto!! sigo seu blog a pouco tempo mas sou fã dos seus textos e esse último simplesmente disse tudo!! PARABÉNS!!!

Monise disse...

Esse é o problema do brasileiro...O preconceituoso é sempre o outro e não eu. Acredito que qualquer pessoa tenha os seus "pré- conceitos" isso é absolutamente normal desde que você não faça imposição da sua cultura e dos seus valores. Seria muito melhor se as pessoas parassem de buscar erros nos outros e procurassem os seus. Na boa, não se pode agradar a gregos e troianos.

NR disse...

pior ainda p/ qm adora humor afrodescendente como eu(pq é racismo falar humor negro).

só uma coisa como ex. de como o mundo anda chato qnto a isso .. eu sou uma pessoa qse transparente de tão branca, se sair com uma camiseta escrito 100% branca na rua posso ser processada, agora uma camiseta escrita 100% negro ñ. As pessoas se colocam preconceito muitas vzs tbm.

NR disse...

ah outra q esqueci .. sou mto magra tbm ... se chamo alguem de gordo falam q sou preconceituosa ... mas se reclamo q alguem ta me chamando de magrela, puro osso, ñ tenho o direito de considerar como preconceito .. é tudo questão d ponto de vista.

Laís disse...

Mau, muito bom o texto, muito bom mesmo :)

Amanda disse...

Muiito bom!!

Adriana disse...

Engraçado. Eu sou uma pessoa que ri como ninguém (palavra de amigos meus), muitos dizem que não conseguiam olhar pra mim a primeira vista e imaginar que eu fosse, na verdade, tão engraçada. Tem um amiga que diz que ningu''em consegue fazê-la ri tanto quanto eu consigo. E eu nunca, NUNCA contei piadas, nunca coloquei apelidos - nem mesmo quando eu estava no ensino primário - e continuo com essa política. Eu não preciso usar o que para alguém é problema, como motivo de gargalhadas para outras pessoas. E olha que não sou comediante e acho que nunca poderia ser. Justamente porque a "criatividade" dos nossos humorístas está, em sua maioria, limitada a fazer piadas usando as minorias...

Danielli disse...

Mau... Opa! Quer dizer, Bom!
Se eu te chamar de Mau, posso ser mal intepretada. Por outro lado, se te chamar de Bom, estou sendo preconceituosa com os Mau's.
Deleta tudo!
Ficamos simplesmente com o Oi!
:)
Eu sigo, quer dizer, eu leio (seguir pode ser perigoso) o que o Danilo escreve no twiter. Na hora que vi as msgs sobre preconceito, imaginei que a associação dos jogadores de futebol quem tivesse se manifestado. Ou até mesmo o IBAMA... na defesa dos pobres macaquinhos que foram comparados aos jogadores.
Para falar a verdade, eu não vi preconceito na frase do Gentilli. Procuro acreditar que todo mundo ainda guarda a inocência dentro de si. E que sabe rir e sorrir.
Bjs
Dani

Myriam disse...

Adorei o texto !! Como mulher, loira, advogada e com bem mais de 30, já teria me suicidado se levasse tudo tão a sério ...
Sem falar que minha mãe, católica (hoje espírita ou budista, não sei bem), casou com um judeu, que aliás era "desquitado". Na época desquitados casavam na Bolivia, não valia nada. Portanto, na real eu era (ou sou) sou filha de mãe solteira (que hoje é separada). E nem sou judia de verdade, pq se a mãe não é, o filho tbm não.
Confuso ? Como ter preconceito ? Só não sou preta, nem argentina, mas isso não é culpa minha ...
Fala sério !!! A falta de humor é uma das grandes razões pra tanto processo ...

quilombo disse...

REVOLUÇÃO QUILOMBOLIVARIANA!1
Viva Zumbi! Viva Che!Viva Hugo Chávez! Feliz 2010!
Conscientização Justiça Prosperidade Solidariedade
Fraternidade Amor Paz. Socialismo Quilombolivariano
Ao Nosso Povo Viva Brasil! Venceremos Feliz 2010!
Manifesto em solidariedade, liberdade e desenvolvimento dos povos afro-ameríndio latinos, no dia 01 de maio dia do trabalhador foi lançado o manifesto da Revolução Quilombolivariana fruto de inúmeras discussões que questionavam a situação dos negros, índios da América Latina, que apesar de estarmos no 3º milênio em pleno avanço tecnológico, o nosso coletivo se encontra a margem e marginalizados de todos de todos os benefícios da sociedade capitalista euro-americano, que em pese que esse grupo de países a pirâmide do topo da sociedade mundial e que ditam o que e certo e o que é errado, determinando as linhas de comportamento dos povos comandando pelo imperialismo norte-americano, que decide quem é do bem e quem do mal, quem é aliado e quem é inimigo, sendo que essas diretrizes da colonização do 3º Mundo, Ásia, África e em nosso caso América Latina, tendo como exemplo o nosso Brasil, que alias é uma força de expressão, pois quem nos domina é a elite associada a elite mundial, é de conhecimento que no Brasil que hoje nos temos mais de 30 bilionários, sendo que a alguns destes dessas fortunas foram formadas como um passe de mágica em menos de trinta anos, e até casos de em menos de 10 anos, sendo que algumas dessas fortunas vieram do tempo da escravidão, e outras pessoas que fugidas do nazismo que vieram para cá sem nada, e hoje são donos deste país, ocupando posições estratégicas na sociedade civil e pública, tomando para si todos os canais de comunicação uma das mais perversas mediáticas do Mundo. A exclusão dos negros e a usurpação das terras indígenas criaram-se mais e 100 milhões de brasileiros sendo este afro-ameríndio descendente vivendo num patamar de escravidão, vivendo no desemprego e no subemprego com um dos piores salários mínimos do Mundo, e milhões vivendo abaixo da linha de pobreza, sendo as maiores vitimas da violência social, o sucateamento da saúde publica e o péssimo sistema de ensino, onde milhões de alunos tem dificuldades de uma simples soma ou leitura, dando argumentos demagógicos de sustentação a vários políticos que o problema do Brasil e a educação, sendo que na realidade o problema do Brasil são as péssimas condições de vida das dezenas de milhões dos excluídos e alienados pelo sistema capitalista oligárquico que faz da elite do Brasil tão poderosas quantos as do 1º Mundo. É inadmissível o salário dos professores, dos assistentes de saúde, até mesmo da policia e os trabalhadores de uma forma geral, vemos o surrealismo de dezenas de salários pagos pelos sistemas de televisão Globo, SBT ,Record IURD,BAND e outros aos seus artistas, jornalistas, apresentadores e diretores e etc. .
Movimento Revolucionário Socialista QUILOMBOLIVARIANO

vivachavezviva.blogspot.com/

quilombonnq@bol.com.br
Organização Negra Nacional Quilombo
O.N.N.Q. Brasil fundação 20/11/1970
por Secretário Geral Antonio Jesus Silva

quilombo disse...

REVOLUÇÃO QUILOMBOLIVARIANA! 2
Viva Zumbi! Viva Che!Viva Hugo Chávez! Feliz 2010!

Manifesto da Revolução Quilombolivariana vem ocupar os nossos direito e anseios com os movimentos negros afro-ameríndios e simpatizantes para a grande tomada da conscientização que este país e os países irmãos não podem mais viver no inferno, sustentando o paraíso da elite dominante este manifesto Quilombolivariano é a unificação e redenção dos ideais do grande líder Zumbi do Quilombo dos Palmares a 1º Republica feita por negros e índios iguais, sentimento este do grande líder libertador e construí dor Simon Bolívar que em sua luta de liberdade e justiça das Américas se tornou um mártir vivo dentro desses ideais e princípios vamos lutar pelos nossos direitos e resgatar as histórias dos nossos heróis mártires como Che Guevara, o Gigante Oswaldão líder da Guerrilha do Araguaia. São dezenas de histórias que o Imperialismo e Ditadura esconderam.Há mais de 160 anos houve o Massacre de Porongos os lanceiros negros da Farroupilha o que aconteceu com as mulheres da praça de 1º de maio? O que aconteceu com diversos povos indígenas da nossa América Latina, o que aconteceu com tantos homens e mulheres que foram martirizados, por desejarem liberdade e justiça? Existem muitas barreiras uma ocultas e outras declaradamente que nos excluem dos conhecimentos gerais infelizmente o negro brasileiro não conhece a riqueza cultural social de um irmão Colombiano, Uruguaio, Argentina, Boliviana, Peruana, Venezuelano, Argentino, Porto-Riquenho ou Cubano. Há uma presença física e espiritual em nossa história os mesmos que nos cerceiam de nossos valores são os mesmos que atacam os estadistas Hugo Chávez e Evo Morales Ayma,não admitem que esses lideres de origem nativa e afro-descendente busquem e tomem a autonomia para seus iguais, são esses mesmos que no discriminam e que nos oprime de nossa liberdade de nossas expressões que não seculares, e sim milenares. Neste 1º de maio de diversas capitais e centenas de cidades e milhares de pessoas em sua maioria jovem afro-ameríndio descendente e simpatizante leram o manifesto Revolução Quilombolivariana e bradaram Viva a,Viva Simon Bolívar Viva Zumbi, Viva Che, Viva Martin Luther King,Malcolm X Viva Oswaldão, Viva Mandela, Viva Chávez, Viva Evo Ayma,Rafael Correa, Fernando Lugo, Viva a União dos Povos Latinos afro-ameríndios, Viva 1º de maio, Viva os Trabalhadores do Brasil e de todos os povos irmanados.
Movimento Revolucionário Socialista QUILOMBOLIVARIANO

vivachavezviva.blogspot.com/

quilombonnq@bol.com.br
Organização Negra Nacional Quilombo
O.N.N.Q. Brasil fundação 20/11/1970
por Secretário Geral Antonio Jesus Silva

Alyson Vilela disse...

Muito bom Maurício! É bem por aí. Agora estou sofrendo uma enxurrada da galera, que entendo tudo errado como você disse, dizendo que apoiei o cara. Esse seu texto fala muito bem do assunto. Vou linkar lá no meu blog.

Cleide disse...

Adorei seu texto Maurício!!!

Parabéns...